Got My Cursor @ 123Cursors.com
MEU ANIMAL AMIGO: ALIMENTAÇÃO

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

ALIMENTAÇÃO


Perguntas Mais Freqüentes

Esclareça as dúvidas mais corriqueiras e algumas curiosidades em relação à alimentação.
Mais uma vez, não se esqueça que o veterinário é a pessoa mais indicada para isso!

Qual é a importância de alimentar o cão só com ração?
O cachorro tem carências e necessidades nutricionais diferentes das nossas, por isso sua dieta deve ser diferente. A ração contém todos os ingredientes que o animal precisa para se manter saudável. Quando alimentamos os cães com comida caseira, não estamos promovendo uma nutrição adequada. Ao contrário, podemos até prejudicar seriamente a sua saúde.

Qual é a quantidade de ração que eu devo dar ao meu cão?
A quantidade de ração que você deve dar depende da ração que você está adotando. Em tese, quanto melhor a qualidade da ração, maior será o aproveitamento do cão e menor a quantidade necessária. Todas as rações trazem nas embalagens as quantidades diárias recomendadas de acordo com o grau de atividade do cão e sua idade. Na dúvida, a melhor coisa é consultar o veterinário que cuida do seu cão e que conhece o tipo de atividade que você proporciona a ele.

Como deve ser feita a troca de ração?
A troca nunca deve ser brusca, pois, ao contrário das pessoas, que possuem um aparelho digestivo capaz de digerir qualquer alimento, o do cão desenvolve uma flora intestinal específica para o tipo de alimento que ele está recebendo. Por isso, ela precisa ser gradativa. "O melhor é ir misturando a nova ração à anterior por pelo menos 10 dias. Começa-se colocando partes iguais dos dois produtos e, aos poucos, diminui-se a quantidade da anterior e aumenta-se a da nova, até deixar só a atual", explica a veterinária Cristiana Fonseca Ferreira, supervisora do Centro de Pesquisa da Premiere Pet. Do contrário, o cão poderá ter diarréia.

Pode-se dar guloseimas caninas para ele?
Até pode, como uma forma de recompensa e carinho. Mas isso não deve ser um hábito na alimentação. "Esses petiscos têm boa qualidade, mas o cão precisa mesmo é da ração, que contém todos os nutrientes que ele precisa", diz Cristiana. O problema é que, se o animal se acostumar só às guloseimas, acaba deixando de lado a ração, o que pode afetar sua saúde.

A ração pode ser deixada à disposição o dia todo?
O melhor é estabelecer horários para a refeição. Ao manter horários fixos, além de se controlar a quantidade de comida ingerida pelo cão, evita que outros animais e insetos contaminem a ração do cão. Além disso, comida à vontade pode levar a problemas de saúde, como a obesidade. O que nunca deve faltar e sempre ficar à disposição, é água limpa e fresca.

Além da ração, pode-se dar outros alimentos ao cão?
Como os petiscos, outros alimentos devem ser dados apenas como forma de agradar ao animal e nunca se tornar um hábito. Nessa hora, prefira as guloseimas caninas e os alimentos enlatados, formulados especialmente para cães. Algumas frutas, exceto as cítricas, podem ser dadas com moderação e com permissão do veterinário, pois, em excesso, podem causar diarréia. Lembre-se de que nem os petiscos nem as frutas podem substituir uma refeição.

Até que idade deve-se dar a ração de filhote?
Normalmente, em raças pequenas, são considerados adultos os cães acima de 12 meses. Já nas maiores, ele é considerado filhote até os 18 meses. De qualquer forma, a troca não deve ser brusca e precisa ser feita com acompanhamento do veterinário.

Há algum problema em dar osso para o cão?
Deve-se evitar, principalmente os de galinha. Esses pequenos ossinhos podem perfurar o intestino do cão. As melhores opções são os ossos de couro, que podem ser encontrados em pet shops. Mas nada de exageros.

Pode-se molhar a ração com água ou leite?
Isso só é aconselhável para filhotes em fase de desmame ou idosos que perderam os dentes. Do contrário, não há a menor necessidade. Amolecer a ração com água ou, principalmente, com leite ajuda o alimento a azedar com mais facilidade, o que pode causar problemas de saúde ao animal, como diarréia.

Um comentário:

  1. Como eu faço para amolecer a ração do meu cachorro ?

    ResponderExcluir