Got My Cursor @ 123Cursors.com
MEU ANIMAL AMIGO: COMO LIDAR COM CACHORROS QUE MORDEM

segunda-feira, 22 de junho de 2009

COMO LIDAR COM CACHORROS QUE MORDEM


A cada ano são relatados entre meio e um milhão de ferimentos por mordida de cães. As vítimas mais comuns destes ataques são crianças com menos de doze anos (aproximadamente 60% do total) e as cinco raças mais comuns entre os ataques são os chow-chows, rottweilers, pastores alemães, cocker spaniels e dálmatas. De uma maneira geral, em uma população canina, os machos que não castrados são os que mais mordem. Em outras palavras, manter um chow-chow não castrado em uma casa com quatro crianças pequenas pode ser a garantia de pelo menos uma ida à emergência do hospital por causa de uma mordida. Isso não quer dizer que você não possa ter cães de raça com tendência a morder ou que deva esperar até que as crianças estejam na faculdade para comprar um cachorro. Isso significa que você precisa entender melhor por que e quando um cachorro pode morder e tomar atitudes com relação ao cachorro e à família para evitar estes acidentes.
Em pelo menos metade dos casos de mordida relatados, o acidente foi provocado pela vítima, mesmo que não intencionalmente. Os cães normalmente dão sinais claros de que vão morder. São visíveis para os outros cães e para pessoas que entendem seu comportamento. O cenário mais comum de mordidas de cachorros envolvem uma pessoa ou criança que ignora os sinais do animal e passa dos seus limites. Outra causa comum é uma falha na comunicação. Talvez o exemplo mais conhecido seja o encontro entre um cachorro de rua e uma criança. Assustada pelo encontro com um cachorro grande e desconhecido, a criança grita e sai correndo. Isso ativa o reflexo de perseguição no cachorro ou é interpretado como uma brincadeira. De qualquer maneira, a única maneira do cachorro pegar a criança é com a boca.

A linguagem corporal canina clássica que sinaliza que está pronto para morder inclui encarar, mostrar os dentes, rosnar, ficar com as pernas esticadas (parecendo na ponta dos pés), pêlos dos ombros, costas e posterior eriçados e a cauda esticada balançando em movimentos rápidos. Normalmente seu aviso final é um olhar mais intenso e um rosnado mais furioso. Quando a cabeça do cachorro abaixar e as orelhas ficarem juntas ao corpo, pode esperar que o próximo som que você vai ouvir serão os dentes dele se fechando aonde ele conseguir alcançar você. É claro que as coisas não precisam chegar a este ponto. Uma pessoa inteligente vai recuar antes disso.

Quando chamar um especialista em comportamento animal

Se o cachorro que o está ameaçando é seu, você precisa de ajuda profissional. Os cães mordem por medo, defesa, dor ou para proteger o território. Esses são todos motivos muito difíceis de detectar sem saber por onde começar. Um especialista pode ajudá-lo a descobrir a razão pela qual seu cachorro morde e pode desenvolver uma estratégia para mudar esse comportamento. Socializar com outras pessoas e com outros cães ou ensinar a família a deixar o cachorro sossegado enquanto estiver comendo, dormindo ou se escondendo é muito simples. Entretanto, isso pode envolver uma revisão geral do seu relacionamento com seu cachorro




Como evitar mordidas

Se você estiver frente a frente com um cachorro que mostra um comportamento ameaçador, a sua reação pode ser a diferença entre ser mordido ou não. Qualquer cachorro pode morder, portanto, não assuma que se o cachorro que está rosnando o conhece, não vai mordê-lo. Da mesma maneira, um cachorro desconhecido que não mostra um comportamento agressivo não pode ser classificado como amigável. Como as crianças correm maior risco de serem mordidas, ensine aos mais novos da família estas técnicas básicas e pratique-as também.

A regra mais importante a ser lembrada é: nunca aborde um cão estranho. Se o cachorro abordar você, não corra. Fique completamente parado, ensine as crianças a ficarem paradas como uma árvore, com as mãos fechadas embaixo do queixo e os cotovelos perto do corpo. Mantenha suas pernas juntas e olhe para frente, nunca para o cachorro. Lembre-se de que encarar é uma ameaça. Se o cachorro se aproximar quando você estiver no chão, role sobre a barriga com as pernas juntas, mãos fechadas atrás do pescoço e antebraços cobrindo as orelhas, fale para as crianças agirem como uma tora. Fique imóvel até o cachorro ir embora.

6 comentários:

  1. e a coisa mAIS RIDICULA DA MINHA VIDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Se é coisa mais ridícula da sua vida então está na hora de voçe ser mordido(a) por um cão e ir parar às urgências. Há certas ridicularidades na vida que só passam a ser reais e úteis quando elas acontecem connosco!

    Acho o artigo muito bom e toda a gente devia seguir o conselho e não culpar os pobres dos animais que só estão a fazer aquilo que a lhes compete naturalmente...

    :)***

    ResponderExcluir
  3. Só fiquei em duvida em relação aos Dalmatas.Até hoje todos os que eu tive,nunca demonstraram nenhum tipo de agressividade.SALVE A NATUREZA E OS ANIMAIS E FAÇA SUA RECICLAGEM DE LIXO<SEJA EDUCADO(A) :)

    ResponderExcluir
  4. AMEI SEU BLOG!!
    Deveriam existir mais pessoas com a sua consiência!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,

    achei muito bom a sua reportagem. Muito informativa. Eu tenho uma dúvida, talvez vc possa me ajudar. Eu tenho um cachorro lindo, super dócil (um shitsu). Ele nunca havia mostrado agressividade nem tentado morder ninguém. Recentemente viajei e deixei o cachorro na casa do meu irmão (que tem 2 criancas pequenas) e ainda vários amiguinhos que moram perto. Desde que o meu cachorro voltou da casa do meu irmão, ele odeia criancas e as ataca. Sempre que uma crianca tenta pegá-lo, ele ameaca morde-la no rosto. Duas vezes já, se eu não acudo, ele teria mordido as criancas no rosto. O que faco? Ele não era assim antes e agora está com o comportamento agressivo? Há solucão?

    Atenciosamente,

    Viviane (meu email é: vsilte@gmail.com)

    ResponderExcluir
  6. morro de medo de cachorros pq ja fui mordida pelo cachorro do vizinho era um vira lata mais msm tendo medo sou muito contra a gente q maltrata
    eu ate gosto de cachorros mais tenho muito medo

    ResponderExcluir