Got My Cursor @ 123Cursors.com
MEU ANIMAL AMIGO: SAIBA COMO ESCOLHER E USAR ADEQUADAMENTE O NOME DO CÃO

segunda-feira, 20 de abril de 2009

SAIBA COMO ESCOLHER E USAR ADEQUADAMENTE O NOME DO CÃO

Esses três Westies tiveram seus nomes trocados temporariamente para Uli, pois estrearão no filme Tainá II e os três serão um único personagem. Eles aprenderam o novo nome em alguns dias e respondem alegremente quando chamados. Será que a mudança de nomes pode causar uma crise existencial? Alexandre Rossi explica como o cão encara o próprio nome e sua eventual troca
Pelo nome, o cão é convidado para passear, para ver algo ou mesmo para receber agrados. E ele adora esse tipo de interação. De tão atento que fica ao nome, é capaz de detectá-lo no meio de uma conversa. Essa é, portanto, uma das palavras mais importantes no relacionamento dele com os proprietários.
É preciso que o cão goste do nome que tem, sem correlacioná-lo a ameaça. Mas, involuntariamente, muitos proprietários acabam associando o nome do cão a broncas, repreensões e outras coisas ruins, e este, ao ser chamado, fica ansioso e com mal-estar desnecessário – sem saber se está prestes a ter uma interação amigável ou levar uma bronca.

Não use o nome do cão para dar broncas
Para evitar criar uma associação negativa ao dar bronca, em vez de gritar “Fred nããão!”, diga somente “nããão!”, sem incluir o nome do cão. Se você tiver mais de um cão, direcione claramente a repreensão para o exemplar que deve recebê-la, de modo que seja desnecessário identificá-lo pelo nome. Embora essa seja uma dica de fácil compreensão, colocá-la em prática costuma ser difícil. Tenha paciência e vá modificando aos poucos a maneira de repreender.
Associe o nome do cão a situações agradáveis. Diga-o antes de oferecer um petisco, de dar um carinho ou de convidá-lo para um passeio. Dessa maneira, em pouco tempo o cão responderá com imediata alegria, sempre que for chamado.
Para alguns cães, o tom de voz de um chamado é a única maneira de saber se estão recebendo bronca ou um convite para a interação. Depois de ter associado o nome gritado com repreensão, o cão entenderá como bronca cada chamado que vier aos berros, mesmo que a elevação de voz seja por causa da distância ou do barulho.

Como escolher um bom nome
Não convém que o nome do cão tenha som semelhante a palavras usadas para repreender. “Tião” e “Marcão”, por exemplo, se assemelham ao “não”. O cão com esse tipo de nome pode confundir o chamado com bronca e, vice-versa, a bronca com o chamado.
Outro cuidado recomendável é não dar nome ridículo ao cão. Embora ele não seja capaz de entender o significado da palavra, a reação das pessoas ao ouvi-la pode ser de gozação em vez de uma interação mais amigável. Nesse caso, não haverá associação positiva, o que é um resultado negativo.
Procure também escolher um nome que não seja de uso extremamente comum. O cão poderá passar a ignorar chamados depois de perceber que uma palavra igual ao seu nome foi usada várias vezes sem estar associada a ele.

O nome do cão pode ser mudado?
Se você comprou, ganhou ou adotou um cão, mas não gosta do nome dele, pode ser inconveniente mudá-lo? A resposta é que não há problema algum. Pelo contrário, se o antigo nome estiver associado a coisas ruins, trocá-lo poderá ser vantajoso. É quase sempre mais fácil associar um novo nome a coisas boas (o aprendizado é simples e rápido) do que “apagar” as associações negativas do antigo nome.

Um cão pode ter apelidos?
A maioria dos cães tem apelido e isso não causa o menor problema. Um cão pode até ter vários apelidos e, se utilizados com freqüência suficiente, saberá que todos se referem a ele. Como nós, os cães são capazes de perceber que diferentes nomes podem corresponder a estados emocionais distintos das pessoas que os chamam. Por exemplo, alguns cães se escondem quando ouvem o nome completo e se aproximam alegremente quando são chamados pelo apelido. Isso não quer dizer que o apelido é melhor que o nome. Simplesmente mostra que o cão é capaz de associar significados afetivos a palavras.

Resumo das dicas
O cão deve gostar do próprio nome.
É importante que o nome do cão seja associado a coisas boas ou interessantes para ele.
Não dê broncas usando o nome dele.
O nome do cão não deve ser parecido com palavras de repreensão.
O cão pode ter vários apelidos ou mesmo ter o nome trocado durante a vida.
Se tiver mais de um cão, repreenda o culpado direcionando a bronca claramente para ele, mas sem dizer o nome dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário