Got My Cursor @ 123Cursors.com
MEU ANIMAL AMIGO: BRIGA ENTRE CÃES DA MESMA CASA

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

BRIGA ENTRE CÃES DA MESMA CASA


Olá pessoal!
Você possui mais de um cão na mesma casa?
Hoje, vamos falar um pouco como manter a paz entre os seus cães.
Seus dois cães pareciam ser os melhores amigos até alguns dias atrás e agora, de repente, começaram a brigar ? Totó e Rex passavam o dia brincando e compartilhando dos mesmos brinquedos até que um dia Rex se aproxima do osso do Totó e, inesperadamente, Totó dá uma mordida em Rex. Será que está acontecendo algo parecido com seus cães?
Mudanças nas atitudes dos cães em relação um ao outro ocorrem com bastante freqüência e aos olhos dos donos, parecem ter ocorrido sem nenhum aviso.
Mas sinais de que isto iria acontecer já estavam sendo mostrados à muito tempo pelos cães, sem que os donos percebessem. Se tivessem percebido o que estava acontecendo com os cães, poderiam ter tomado precauções apropriadas para evitar brigas.
Quando os donos conhecem os fatores que determinam a posição social de um cão, podem estar prontos para agir apropriadamente e prevenir conflitos que podem se transformar em agressão.
Se você possui dois ou mais cães, mesmos que todos os cães sejam de idades e tamanhos semelhantes, fique atento a mudanças de comportamento em relação um ao outro.
-
Um dos cães, normalmente o mais velho, é o líder. E se ele não for um animal dominante, pode acontecer de você nem ao menos perceber que este cão é o líder. Se o cão que sempre foi o líder está ficando, aos poucos, para trás - o outro cão passa pelas portas primeiro, fica mais perto da poltrona do dono - a posição social dos cães está mudando.
-
Quando os cães possuem um relacionamento estável, não rosnam um para o outro. Cada membro da sociedade aceita sua posição, não sendo necessário desafiar os outros com rosnados. Cães que estão em mudança de status social ou que se recusam a se submeter aos outros cães, sinalizam avisos através de rosnados. O dono que começar a ouvir rosnados deve se preparar para enfrentar futuras brigas, se não forem tomadas providências.
NOTA:
Nem todos os rosnados são sinais de desafio. A exceção é quando os cães estão brincando e ficam rosnando, sem nenhuma intenção de dominar um ao outro.
-
Os donos devem ser capazes de reconhecer sinais mais sutis de desafio. O cão desafiante se aproxima do outro, fica bem ereto para parecer maior e encara fixamente o outro cão. Não é difícil reconhecer este olhar !! A cauda é carregada alta e pode-se perceber um tremor em sua ponta e os pelos de seu corpo podem ficar eriçados. Quando os donos reconhecerem estes sinais em seus cães, devem intervir, retirando um cão de perto do outro momentaneamente, antes que o desafio se transforme em briga.
-
A mudança de posição social mais comum é causada pela chegada da maturidade de um filhote, que é alcançada por volta dos 18 aos 24 meses. A maturidade social não tem nada a ver com a sexual, que se dá por volta dos 6 aos 9 meses. Até alcançar a maturidade social, o filhote irá aceitar sua posição submissa em relação a outros cães. Quando se torna maduro, o cão pode não mais se sujeitar a esta situação e desafiar o cão mais velho pela supremacia social.
-
Vamos usar os exemplos de Totó e Rex novamente. Totó, o cão mais novo, era submisso a Rex, até que completou 2 anos de idade. Até aquela data, Rex nunca sentiu sua posição na família ameaçada. Conforme Totó foi amadurecendo, várias mudanças sutis ocorreram: ele não mais seguia Rex sempre que este saia de um ambiente, às vezes até o empurrava para que pudesse passar pela porta antes, não saia mais do lugar sempre que Rex se aproximava de um local que gostava de deitar para dormir. Ele ficava onde estava e Rex procurava outro local para deitar.
-
Se Rex estiver disposto a aceitar a posição submissa, os papéis irão simplesmente se inverter e Totó passará a ser o "cão líder". Se Rex se recusar a perder sua posição social e Totó não recuar, então as brigas irão acontecer. Dois animais que antes moravam em harmonia, podem se tornar grandes inimigos!!
-
A idade avançada também afeta a forma como os cães se comportam um com o outro. Quando um cão se torna menos vigoroso, o outro cão da casa pode se apoderar da posição social do menos forte.
-
O tamanho e a força de cada cão podem exercer uma grande influência, também. Normalmente, o maior irá sempre dominar o menor.

COMO MANTER A PAZ
Fique atento aos sinais de conflito. Observe as mudanças de comportamento dos cães e reconheça os sinais de aviso antes que ocorra uma briga e um ou ambos os cães se machuquem.
Remova fontes de conflito sempre que possível. Alimente cada cão em locais separados. Se ficarem no mesmo ambiente, permaneça com os cães enquanto comem para evitar que o mais dominante se apodere da ração do outro. Retire as vasilhas assim que terminarem de comer. Normalmente, os cães não guardam a vasilha de água, mas sempre é interessante oferecer mais de uma para evitar qualquer conflito.
Não ofereça ossos ou outro tipo de brinquedo que contenha comida quando os cães estiverem juntos. Separe cada cão em um ambiente se quiser oferece-los.
Às vezes é necessário retirar todos os tipos de brinquedo dos cães quando estes estiverem sozinhos, sem nenhuma supervisão humana.
Ensine obediência ao cão. Ele deve atender prontamente aos comandos SENTA e DEITA. Inicialmente, ensine cada cão por vez e quando já tiverem aprendido, faça os exercícios com os dois cães juntos. Ter um ótimo controle dos cães pode prevenir brigas que poderiam vir a ser muito sérias.
Não confine dois cães em um espaço pequeno e nem deixe dois cães juntos em um espaço pequeno que contenha comida ou brinquedos. Os cães precisam de espaço para conseguir fugir caso um dos cães se torne agressivo.

E NÃO SE ESQUEÇA
O líder de todos os cães é VOCÊ!!!
Os donos devem sempre treinar Obediência com seus cães e manter total controle sobre o comportamento dos seus amigões. Cães que respeitam o dono não brigam quando ele está presente. E quando não puder estar presente, coloque os cães em ambientes separados até a sua volta.

Um comentário:

  1. eu axei um cachorrinho na rua mais o meu cachorro nao quer "aceitar" .
    ele ficam sempre envolta dele com o rabo para cima esticado e com orelha levantada sabe
    e ele morde o pequeninho .
    deve ser ciumes porque faz uns 7 anos que eu so tenhu ele e agora chego um novo .
    so que minha mae nao qer qe o piqininho fiqe dentro de casa .
    ele qer soltar na rua . mais eu nao qero
    Oque eu faço ?
    Obs: o filhotinho novo agora é femia e o meu cachorro mais velho morde mesmo assim =[

    ResponderExcluir