Got My Cursor @ 123Cursors.com
MEU ANIMAL AMIGO: O CÃO DE MANHEIM

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

O CÃO DE MANHEIM


Há poucos anos os sábios de todas as partes foram atraídos pelas extraordinárias faculdades dos "cavalos de Elberferd" e do "cão de Manheim", cujos fenômenos interessantíssimos concorreram, com exuberância para o esclarecimento da Psicologia Moderna, quer na esfera humana, quer na esfera animal.Essas provas, facultadas às maiores sumidades do Velho Mundo, afirmam a existência da alma no animal, alma que não pode deixar de ser imortal, e, portanto, perfectível.Concorreram para o desenvolvimento da Psicologia Humana, porque o homem já não pode mais ser considerado um ser à parte da Criação, mas está estreitamente ligado, segundo os efeitos verificados com tais animais, aos seres inferiores, por onde passam todas as almas, porque, dissemos, todas têm a mesma origem.Toda a imprensa brasileira e estrangeira tratou dos casos acima referidos: os dos "cavalos de Elberfeld" e o do "cão de Manheim".
As revistas salientaram o fato com todo o carinho.Os Annates dês Sciences Psychiques, a Revue dês Sciences, finalmente, todos, publicaram circunstanciadamente as experiências dos sábios com tais animais, ilustrando suas páginas com provas fotográficas, a maior parte dos estudiosos conhecem esses fatos.Rolf é o nome do cão, que o Dr. Mockel, advogado em Manheim, tem em sua companhia, e que chega a resolver problemas aritméticos, como todos os experimentadores verificaram.Dentre os numerosos sábios que têm ido a Manheim, entre os primeiros investigadores contam-se: o Dr. Paul Sarasin, de Basiléia; os Professores H. D. Liégler e H. Kaemer, de Stuttgart; o Prof. Claparéde, de Genebra, e o Dr. W. Mackenzie, de Gênova.
Todos eles conversaram com Rolf e dele obtiveram respostas para as suas perguntas!Rolf transmite o seu pensamento por pancadas correspondentes às letras do alfabeto.Em 2 de outubro de 1913, o Dr. Volhard esteve em casa do Dr. Mockel, onde conversou com Rolf, saindo extremamente impressionado pelo que ouvira e vira.
O Dr. Volhard, entre outras coisas, perguntou a Rolf do que ele gostava mais no mundo.Rolf respondeu: "bilder sn Jela (bilder sehen, Jela); quer dizer: "ver estampas Jela". Jela é uma cadela da mesma raça, sua companheira, que, desde algum tempo, e com resultados satisfatórios, é educada pelo mesmo método; bem assim o gatinho Daisy, o qual também resolve alguns problemas aritméticos muito simples e responde na linguagem tiptológica de Rolf, à algumas perguntas fáceis.Se o instinto é capaz de produzir fenômenos inteligentes dessa natureza, vamos concordar que tudo é obra do instinto, tanto nos animais como nos homens.Mas assim não é, nem pode ser; a causa de tudo é a alma, que é dotada de inteligência!

Cairbar Schutel

Nenhum comentário:

Postar um comentário